terça-feira, 30 de abril de 2019

Quarta Edição do Muriaé Bike Fest atrai 92% de ciclistas de cidades de 4 estados


Ciclistas na largada rumo às aventuras dos trajetos sob um sol escaldante. Foto: Interligado Online.

Em sua quarta edição, o projeto que foi iniciado em 2016, ganha maturidade, corrige falhas e aumenta a qualidade de atendimento ao participante, sagrando-se como um projeto de interesse turístico para o município.

A manhã do dia 28 de abril foi colorida com a presença de pouco mais de 350 participantes da 4ª edição do Muriaé Bike Fest. A arena do evento foi situada no SESC de Muriaé onde os participantes contaram com uma fantástica estrutura de apoio com estacionamento, banheiros limpos, restaurante com farta alimentação, piscinas e duchas, além da área de lojistas que foi montada para que os ciclistas pudessem comprar e interagir.
Às 8h30 min o comboio de ciclistas deu partida rumo às estradas de terra, conduzidos por batedores em 2 trajetos distintos, sendo um para nível intermediário com 22 km e outro avançado (elite) de 47 km. No percurso intermediário, a represa do Glória foi um dos atrativos, enquanto no trajeto elite havia uma fenda nas montanhas permitindo a visão da cidade de Muriaé, quase chegando na localidade do Pontão da Água Limpa. No percurso maior os participantes passaram também pelo Corredor Ecológico do Pontão, como é conhecida a Apa do Pontão, onde são vistas belas fazendas e sítios, em estradas de baixo movimento que ofertaram uma pedalada de excelente nível para um evento de Mountain Bike. Os participantes saíram da cota de altimetria de 180m até chegar a 670m na localidade do Pontão, enfrentando a subida em um sol escaldante. Uma outra diferença das edições anteriores é que uma bela medalha foi entregue na chegada aos participantes que conquistaram o objetivo de concluir o trajeto. A medalha virou um objeto de merecimento por vencer o desafio.



Ciclistas aproveitaram a oportunidade para fazerem selfies no ponto onde era possível ver Muriaé, do alto da montanha. Foto: Eduardo Almeida.



“Sentimos a necessidade de alterar os rumos do projeto do Muriaé Bike Fest. Levamos para dentro do projeto Zion, que pertence a Igreja Metodista do Dornelas, onde os integrantes se somaram a outras pessoas que entendem que é um evento que carrega o nome da cidade e querem mostrar as nossas belezas. Todos trabalharam para que o evento tivesse sucesso, dando o máximo de suporte aos participantes. Reduzimos drasticamente o gasto em comunicação visual, por exemplo, e adicionamos mais apoio na arena, escolhendo um locall bem adequado para os participantes e seus familiares, também no trajeto, com a melhoria dos apoios. Assim, tudo transcorreu tranquilamente e finalizamos a festa com a sensação de dever cumprido. Agora será o momento de repassar o que foi recolhido às instituições e prestar contas. O projeto focou o turismoe e acho que obtivemos êxito nisso também”, comentou Rafael Duvanel, organizador do evento.



Participante exibe a medalha conquistada para registro fotográfico. Foto: Romeu Campos.

Apenas 8% dos participantes eram da própria cidade, contando com 92% de participação externa, atraindo 53 cidades de 4 estados. De acordo com levantamento feito pelo SESC e Ibis Hotel, os quais  fizeram parceria com o evento, todas as acomodações disponíveis foram preenchidas com antecedência. Outro hotel foi indicado, vários ciclistas ficaram acampados no Ginásio do Rodrigão e até mesmo um sítio foi locado para dar conta de outros. Cidades como Macaé, Rio das Ostras, Araruama e Quissamã trouxeram comboio de ciclistas e familiares.
Felipe Moraes, do SESC Muriaé, declarou: “Nós estamos muito satisfeitos com a realização desse evento em nosso espaço. Foi um impacto muito positivo no turismo da cidade, trazendo mais de 350 participantes, que percorreram alguns pontos do nosso ecoturismo. No SESC tivemos um retorno positivo do evento, porque já tivemos clientes perguntando a nós sobre o próximo. Elogiaram efusivamente a estrutura escolhida pela organização, que é aqui no SESC, aproveitando tudo que podíamos ofertar. Se tivéssemos mais chalés, certamente teríamos locado também, pois 30 dias antes do evento já estávamos com 100% das unidades locadas. É muito importante a cidade apoiar eventos como esse, que atraem turistas de forma efetiva. Além do mais, é um projeto que atingiu ações sociais importantes para a cidade. Esperamos a manutenção dessa parceria com a turma da bike”.
As instituições Tenda Azul, Cristolândia e Projeto Reviver foram apoiadas pelo evento.
O Muriaé Bike Fest edição 2019 teve como apoiodores principais: Prefeitura de Muriaé, Fundarte, Demsur, MD Bike Soul, Igreja Metodista Valentim, Quatree. Também o apoio de DR Shape, Exuberante, Lacerda Bike Shop, Bukowski, Super Impacto, Açai Truck, Embalagens Muriaé, Cristiane Tureta, Moda Fitnnes, Garden Green Buffet, IBIS Budget, Carretas e Engates, L'aqua, Osaka, Emporio da Carne, Recicla Bikes, XCycle Lub.

Um comentário:

  1. Temos que parabenizar o casal que se disponibilizou para estar realizando esse evento que foi preparado com muita excelencia .Tudo muito bom ... parabéns também para todos que apoiaram em todos os sentidos.Parabens Rafael e Mila .Deus continue abençoando.

    ResponderExcluir