quarta-feira, 8 de março de 2017

Volta do Pico da Bandeira: como se preparar para a edição de 2017

Ciclistas reunem-se todos os anos para manter a tradição de pedalar no entorno do terceiro pico mais alto do país. Foto: Eduardo Almeida

O ciclismo já é considerado o segundo maior esporte no Brasil. Na modalidade de Mountain Bike, os ciclistas buscam percorrer terrenos desafiadores, com subidas e descidas íngremes, percorrendo estradas de terra, trilhas e trechos asfaltados. E o perímetro do Pico da Bandeira, ícone das montanhas Brasileiras, oferta terreno perfeito para as bicicletas preparadas para todos os tipos de terreno.
Mantendo a tradição do pedal, sempre no mês de abril, ciclistas se juntam numa pedalada de livre participação, onde cada biker deve observar suas limitações físicas para suportar mais de 160km pedalados num só dia, com poucas paradas. Os ciclistas que moram nas proximidades do Pico Bandeira auxiliam os demais visitantes, preparando uma singela recepção, após juntam-se num só grupo, guiando o comboio pelos caminhos até cumprir a meta.
Para tirar todas as dúvidas daqueles que desejam participar, várias informações foram reunidas nessa matéria. Veja abaixo tudo o que pode facilitar a vida de quem quer participar desse desafio.


Pico da Bandeira ao fundo. Complexo de montanhas geram dobras que produzem uma elevada altimetria ao longo to trajeto, aumentando o desafio para os ciclistas. Foto: Eduardo Almeida

1 - Não é evento. É uma tradição. Veja a história:




A primeira edição da Volta do Pico foi realizada em 1995, sendo parte do projeto Amar-Caparaó, como um passeio que reuniu cerca de 160 ciclistas, em 3 dias. Esse evento teve início e término em Guaçuí, no Espírito Santo.
Nessa primeira edição estava presente o ciclista Ivanir Teixeira, que corria pela equipe KHS e no ano seguinte participou das Olimpíadas de Atlanta.

Volta do Pico em 1995 – Foto: arquivo pessoal de Leonardo Lopes.

Depois desse evento, alguns participantes ficaram saudosos e nenhuma outra edição aconteceu.
Em 2014, alguns ciclistas se juntaram para refazer o trajeto, porém escolheram a cidade de Manhumirim, em Minas Gerais, como base. Para fazer diferente da primeira proposta, inverteram o sentido de rotação do percurso e fizeram um desafio, que seria de percorrer os 155km com mais de 2.150m de altimetria acumulada (pouco mais de 4.000 em aplicativo Strava), em 1 dia apenas. Desafio aceito pelo grupo de amigos, partiram para o teste. Concluído e marcado o trajeto, os amigos de redes sociais ficaram impressionados e com vontade de realizar a mesma proeza.
O que mais chamava a atenção dos amigos eram as belezas naturais e históricas que podiam ser vistas em um único dia.
Em 2015 foram 29 ciclistas que realizaram o desafio da Volta do Pico da Bandeira.
Em 2016 foram 105 ciclistas das seguintes cidades: Alto Caparaó, Alto Jequitibá, Antônio Prado de Minas, Campos, Carangola, Casimiro de Abreu, Espera Feliz, Eugenópolis, Governador Valadares, Ipatinga, Itaperuna, Macaé, Manhuaçu, Manhumirim, Miradouro, Miraí, Muriaé, Natividade, Porciúncula, Rio das Ostras, São Sebastião da Vargem Alegre, Tombos, Ubá, Vieiras. A saída permaneceu às 5h da manhã e os ciclistas chegaram entre 16h até às 19h.

2 - Ponto de partida/chegada:

A cidade base de saída e chegada dessa pedalada é Manhumirim-MG.
Veja como chegar ao local de concentração. Para autoguiar por aplicativos Maps ou Waze, basta clicar em "Rotas".




3 - Rota e altimetria:

Segue abaixo mapa navegável para visualização de todo o roteiro, inclusive as localidades por onde os ciclistas passam.



Powered by Wikiloc


Para fazer o download do arquivo GPX (reduzido para 500 pontos) para autoguiar em dispositivo de GPS, clique AQUI.


A rota descritiva de pontos de referência, segue por:

Km - Cidade
000 - Manhumirim
022 - Recanto Zóios D'ÁGUA
028 - BR 262- Subida Pequiá
047 - Santa Clara
052 - Pedra Roxa
064 - Santa Marta
069 - Limo Verde
076 - Patrimônio da Penha
085 - Mundo Novo
091 - Cachoeira Cumbucá
103 - Pedra Menina
111 - Três Cruzes
118 - Caparaó
126 - Estação Taquaruna
136 - Túnel
140 - Alto Jequitibá
150 - Manhumirim


5 - Onde ficar
Os ciclistas de cidades distantes e outros estados preferem pernoitar na cidade antes da pedalada, também descansar após o desafio, para depois regressar. Há ainda aqueles que levam familiares para curtir pontos turísticos próximos de Manhumirim, enquanto o desafio acontece. Foram selecionadas algumas hospedarias, já validadas por participantes.
Segue a relação.

Pousada Jequitibá - (33) 98853-2488 (Alto Jequitibá)
Pousada do Rui - (32) 3747-2691 (Alto Caparaó)
Pousada Querência - (32) 3747-2566 (Alto Caparaó)
Pousada Serra do Caparaó - (32) 3747-2767 (Alto Caparaó)
Pousada Serra Azul - (32) 3747-2674 (Alto Caparaó)
Pousada Vale do Caparaó - (32) 3757-2527 (Alto Caparaó)
Palace Hotel - (33) 3341-2255 (Manhumirim)
Minas D'Or Hotel - (33) 3341-3070 (Manhumirim)

As cidades de Alto Caparaó e Alto Jequitibá ficam próximas de Manhumirim, distantes 20 km e 8 km, respectivamente.


7 - Informações adicionais

Mais informações podem ser solicitadas pelo email: guerreirosdasmontanhas@gmail,com

8 - Link para confirmação de participação
Aqueles que vão participar podem acessar o link abaixo:
https://form.jotformz.com/61391971684668

5 comentários:

  1. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  2. eu vou sair de vitoria pedalando no dia 18 ate guaÇui, vou ficar ate dia 21 na casa do meu pai , dia 21 vou subir para maiumirin, e vou fazer a volta com vcs caralhooooooooo, pedal na veia porraaaaa

    ResponderExcluir
  3. Seria possível algum organizador entrar em contato comigo por whatsapp para eu tirar algumas duvidas??? 27 996211038

    ResponderExcluir