quinta-feira, 30 de março de 2017

Bike Race Brasil em Visconde do Rio Branco

Mountain Bike em Visconde do Rio Branco: circuito técnico desafiou atletas de várias partes do estado.
Desafios em circuito elogiado marcaram as disputas da 1ª Etapa da Copa Bike Race Brasil.

 Cores, movimento e adrenalina agitaram a cidade. Foto: Bike Total.


A cidade de Visconde do Rio Branco foi o palco da Primeira Etapa da Copa Bike Race Brasil, no dia 26 de março, onde participaram mais de 330 atletas da modalidade maratona do Mountain Bike. Recentemente declarado como segundo maior esporte do Brasil em participantes, a bike tem atraído adeptos de todas as idades, que buscam desafios em meio à natureza. Nessa mesma direção, a prova teve atletas de destaque no cenário estadual e nacional, tanto homens quanto mulheres, divididos em categorias, também uma corrida para crianças, que se divertiram junto com seus familiares.
A organização do evento foi destaque, no qual houve preocupação em prover as necessidades para que os atletas pudessem alcançar seu rendimento pessoal, em um trajeto superior a 60km, percorrendo mais de 17km de trilhas desse total.
Felipe Marques, participante da prova, atleta da equipe UFF, embora sendo destaque no ciclismo de estrada, prestigia provas de MTB. “A prova estava muito bem marcada, os pontos de apoio nos melhores locais possíveis, com um circuito muito bacana. Após a subida da serra teve uma parte bem pesada de andar, com um terreno muito técnico. Pra mim o maior desafio, realmente, foram as descidas com muitas pedras soltas que pareciam até mesmo um rock garden, só que natural. Certamente estarei presente nas próximas etapas”, destacou Marques.
Atletas amadores rechearam o contingente de inscritos da prova, selando o resultado esperado da organização que era o de promover provas de ranking, numa região carente de tais tipos de eventos. A exemplo, de Miradouro, Evandro Lima, que terminou a prova na oitava posição da categoria Sub45, disse: “foi uma prova com um alto nível de organização. Todos os locais onde existia uma bifurcação, curva em cotovelo ou uma porteira, tinha uma pessoa para ajudar a orientar. Se eu não me engano, devo ter visto umas 50 pessoas espalhadas pelo circuito para dar apoio. A marcação estava perfeita. Até café da manhã com mesa de frutas, que é tradicional de encontros, foi ofertado aos participantes da prova. Tenho certeza que a organização está fazendo um trabalho para permanecer à frente de provas de excelente qualidade”.
Um dos organizadores, Celso Junior, comentou:  “nós acreditamos que a prova foi um sucesso. Nossa equipe foi obrigada a remarcar todos os dois percursos durante a madrugada, por causa da tempestade que caiu na cidade, no sábado. Com certeza tudo valeu a pena! Para nós, os atletas vêm sempre e primeiro lugar!”.
Pontos de apoio bem distribuídos foi ponto positivo declarado pelos atletas. Foto: Ozy Fotos

Destaques
Na Elite Masculina, o atleta de Viçosa, Daniel Carneiro Zóia, da equipe Audax, faturou o primeiro lugar do pódio, seguido por Felipe Marques (UFF) e Felipe Nabahier (UniBike).
Entre as mulheres da Elite Feminina, a disputa ficou entre a campeã Liege Walter, da equipe Fly Bike, seguida por Alexa Diekhaus da Ciclo Cairu), em terceira colocação a atleta Claudia Altaf Navarro da equipe No Limits.

Atletas formavam grandes filas no circuito, principalmente nas serras que foram responsáveis pelo desafio da prova. Foto: Ozy Fotos

Patrocínios
A primeira etapa da Copa Bike Race Brasil, organizada pela X5 Bikers (www.x5bikers.com.br), teve patrocínio máster da Prefeitura Municipal de Visconde do Rio Branco, Drogarias América, MBC e Pedaltec. Patrocinadores ouro: ERT Uniformes, Diver Bike, Cicle do Tãozinho, Tereza Bike, Gelovita, Pneus Vallone, Buffet Edir & Rosa, Rádio Líder FM, Gigante Boliche e Churrascaria, Maison Ana Costa, Estúdio Personale, Supermercado Vieirão.

Pedal das Mulheres realizado com sucesso


Mulheres se juntaram sob o portico de saida para registrar o marco de uma série de atividades na cidade de Muriaé. Foto: InterligadoOnLine.

O primeiro Pedal das Mulheres, proposta de ciclistas da cidade, foi realizado com sucesso no dia 26 de março, em conformidade com o programado.

Diversas notícias foram veiculadas, mostrando que a atividade fechou de fato o calendário do Mês das Mulheres com chave de ouro.
Abaixo 2 links com matéria e video para você conferir.

Matéria:
http://www.interligadonline.com/site/2017/03/26/pedal-das-mulheres-foi-realizado-com-sucesso/

Video:
https://www.youtube.com/watch?v=7BGsqEMkyBY&feature=youtu.be

terça-feira, 28 de março de 2017

Ciclistas de 4 estados confirmados no Muriaé bike Fest

Com uma grande malha de estradas de terra, Muriaé oferta opções de diversos níveis para os mantes do Mountain Bike. Para essa edição do Muriaé Bike Fest foram montados  2 trajetos para desafiar os ciclistas que  vão participar do evento: 24 km para nível intermediário e 52 km para nível avançado.

Pela segunda vez a cidade de Muriaé sediará um evento de grande porte de ciclismo, na modalidade Mountain Bike. O evento não tem caráter competitivo, sendo considerado um encontro de ciclistas, amantes das estradas de chão, trilhas e da natureza.
A cidade é um polo regional, que atrai de forma natural comércios e investimentos em diversos setores, driblando a crise nacional. Da mesma maneira, acontece com a organização do evento que permaneceu em crescimento, preparada para ofertar mais conforto aos participantes nessa edição. A começar com o ponto de concentração onde será a largada e chegada, que estará direcionado para a parte baixa do Parque de Exposições de Muriaé, sendo acessado pela Av. Alfredo Pedro Carneiro. A alteração visa ofertar maior área coberta, mais banheiros e melhor estruturação para os participantes, de acordo com a organização.
Outra alteração prometida pela organização está relacionada ao apoio ao ciclista durante o trajeto. Serão 5 pontos de apoio para distribuição de água, sendo o terceiro com distribuição de frutas e outros comestíveis. Os pontos foram dimensionados como se fosse uma prova de maratona, com distâncias bem equidistantes.

O evento será realizado no 2 de abril, quando será aberta a secretaria para confirmação das inscrições e retirada de kits à partir das 6h, será servido um café para os participantes e acompanhantes às 7h, a abertura será às 8h, largada dos participantes às 8h15min e o serviço de buffet para almoço será iniciado às 12h. Há previsão de ciclistas retornando para a arena até às 14h. No local haverá uma banda tocando ao vivo durante o almoço.

Trajeto
Escolhido para desafiar, o trajeto de 52 km para a categoria Elite, são estradas que possuem bastante sinuosidade, elevações contínuas com subidas e descidas que não darão trégua.  A partir do 23º quilômetro, os participantes iniciarão uma subida até o ponto mais alto do circuito, de onde será possível ver a Pedra Elefantina que é um ponto referencial da região, no município de Eugenópolis. O percurso vai cortar uma mata de eucaliptos nessa parte alta, onde logo depois os ciclistas vão descer por fazendas históricas da região.
 
Ao fundo, Pedra Elentina mostra sua imponência - Foto Ozeas Vital Ramos.

Região de criação de alevinos, fazendas de cavalo e de gado, deslocamento paralelo ao rio Glória que possui duas unidades geradoras de energia são os elementos que representam dignamente os recursos e atividades financeiras do município.

 
Trilhas fazem parte do roteiro, passando em pastagens de cavalos e bois - Foto Ozeas Vital Ramos - Ozy Fotos.

Desafio programado
Para promover uma pequena disputa, um trecho de apenas 800m será sinalizado com placas para identificar o início e o fim do ‘Segmento Premiado’, onde os participantes vão sair da cota de 240m até 330m, nessa pequena distância.
A intenção é dar uma pequena noção de competição, incentivando os ciclistas a participarem também de provas futuras. O trecho curto foi escolhido para que os mesmos não percam o foco do tipo do evento, que é de base no cicloturismo e na confraternização.
Os 5 menores tempos para homens e também para mulheres, receberão medalhas. A apuração será feita às 15h através do aplicativo Strava, valendo somente os registros feitos no dia do evento.

Hospedagens

O Hotel Minas Palace está com preço diferenciado para os participantes do evento que estarão pernoitando na cidade. Para aqueles que desejarem acampar em área coberta com apoio de banheiros e vestiários, o complexo esportivo do Ginásio Rodrigão estará disponível, bastando contato com a organização para efetivar o controle, sem custos. O canal de comunicação poderá ser através do email muriaebikefest@gmail.com ou pelo Whatsapp (32) 98866-6876.

Apoio
O Muriaé Bike Fest está recebendo apoios e patrocínios diversos, com destaque para a Prefeitura de Muriaé através da Secretaria de Esportes, também a Isapa, juntamente com a Oggi Bikes, que através da RJ Bike, ofertou uma bicicleta Oggi Hacker 2017 para sorteio entre os 500 primeiros inscritos do evento. A hidratação dos participantes está garantida pela L’Aqua Água Mineral Natural.


Informações adiconais:

Mapa do ponto de concentração
É possível utilizar Maps ou Waze para auto guiar até o local, clicando no mapa abaixo.

https://goo.gl/maps/s3YXYmguVyw
Altimetria do trajeto:
 

 Altimetria do trajeto promete um bom desafio aos integrantes. Fonte: Organização. 

Dados do local de concentração:





Fonte: Organização. 

 Cartaz oficial do evento



Texto: Leo Lima

segunda-feira, 20 de março de 2017

Pedal das Mulheres: adiado devido à chuva, será realizado no dia 26 de março.

Novo convite já circula nas redes sociais.

O Pedal das Mulheres, iniciativa de ciclistas de Muriaé, para comemoração da data mundial e composição do calendário de atividades relacionadas do mês de março, foi adiado por conta da chuva que caiu durante a madrugada e manhã, no dia 19. A nova data acertada pelo grupo foi o dia 26, domingo, mantendo a mesma programação, após consulta à prefeitura, através da DEMUTTRAN.
As ciclistas que estavam preparadas para participar entenderam a necessidade do adiamento. "Chuva é bênção e estávamos precisando. Não é uma competição e sim uma excelente oportunidade de lazer para participar até mesmo em família. Vou aproveitar o adiamento e convidar mais pessoas. Além do mais, não quero perder o sorteio dos brindes!", comentou Sara Pereira através da rede social.
Os Bombeiros que foram destacados para participar da pedalada declararam que foi uma boa decisão e continuarão no apoio da iniciativa.


Um dos organizadores do evento postou foto no grupo de rede social mostrando o momento em que o caminhão  dos Bombeiros estava de retorno ao comando, após o adiamento.

Foi criado um novo evento no Facebook e já está sendo divulgado pelos participantes, através do link: https://www.facebook.com/events/187595588410338/
Participe da pedalada, divulgue e convide amigos!
Em cópia, a chamada que está sendo veiculada nos grupos de zap:
"Tão especial para as nossas vidas, num mês de diversas atividades dedicadas às mulheres, elas merecem uma pedalada comemorativa!
Mas vale pra todos que quiserem participar. Coloque a família para pedalar, traga suas amigas, tias, mães, avós, e os homens também.
É hora de fazer uma média com a patroa!
No domingo, dia 26 de março, estaremos reunidos na Praça João Pinheiro, a partir das 8h, para uma pedalada que vai sair às 9h, num percurso exclusivamente urbano de apenas 8km, até a Praça do Dornelas e retorno, onde serão sorteados brindes para as mulheres presentes que fizerem o percurso.
É uma pedalada gratuita! Participe!"



______
Texto: Leo Lima

segunda-feira, 13 de março de 2017

Ciclistas de Muriaé se juntam para promover o Pedal das Mulheres

Pedalada pode ser o marco inicial de projetos relacionados à Ciclomobilidade na cidade. Foto: Hamilton Cardoso/BikeRO.

No domingo, dia 19 de março, fazendo parte de um calendário de atividades que comemoram o mês das mulheres, onde várias promoções foram feitas no engajamento à causa-data. Alguns ciclistas de Muriaé se uniram para promover a primeira pedalada urbana, utilizando-se do tema.
O convite realizado pelo grupo é para uma pedalada familiar, na qual todos podem participar. Mulheres e homens de todas as idades que quiserem estar juntos no pedal, estão sendo convidados para concentrarem na Praça João Pinheiro, à partir das 8h. Da praça, os ciclistas sairão em comboio, balizados pela DEMUTTRAN e atletas experientes da cidade, até a praça do Dornelas, de onde retornarão, perfazendo um trajeto de 8km.
Ao retornarem da pedalada, as mulheres que se inscreverem nas fichas disponíveis, das 8h até as 8h50min, numa tenda que será montada na praça João Pinheiro, participarão de um sorteio de brindes.
Elisabet Rezende, ciclista e uma das organizadoras do Pedal das Mulheres comentou que “é uma iniciativa importante para a cidade de Muriaé, mostrando que a cidade incentiva a prática do ciclismo entre as mulheres, que podem utilizar como esporte também na cidade, transformando-a em mais uma opção de lazer e integração. Muitas pessoas querem começar a pedalar, conhecem os benefícios que a bicicleta produz, mas ainda estão com receio por diversos motivos, e participar de uma pedalada urbana em grupo, pode ser a porta de entrada para novos adeptos”.
Procurado pelos organizadores, Jackson Fernandes, da DEMUTTRAN, que cuida dos assuntos de Mobilidade Urbana da Prefeitura de Muriaé nos disse: “entendo que é de suma importância a participação, o incentivo e o incremento do modal bicicleta na mobilidade urbana pela instituição pública. A integração se faz com a cidade, com as pessoas e com o modo sustentável de deslocamentos, usando a bicicleta ou com incentivo a andar a pé. Com relação a data em especial, é uma excelente prerrogativa, um incentivo e uma homenagem às mulheres”.

Jackson Fernandes comentou que esse projeto pode ser um marco para a política pública de ciclomobilidade na cidade, encabeçado pelas mulheres.

Eduardo Almeida, um dos organizadores, participou de avanços importantes na ciclomobilidade das cidades de Rio das Ostras e Macaé, no estado do Rio de Janeiro. Recém retornado a Muriaé, em janeiro deste ano, foi procurado por amigos da cidade para iniciar um movimento que abarcasse os ciclistas esportistas e também os essencialmente urbanos. “A bicicleta faz parte integrante de um bom sistema de Mobilidade Urbana, onde monta uma malha importante, que necessita dos menores gastos públicos de infraestrutura para criação e manutenção, além de trazer os maiores benefícios para os usuários e uma cadeia de segmentos interdependentes. As mulheres sempre foram lutadoras e inovadoras, conquistaram seu espaço que fora suprimido na história, em todas as áreas, e dentro do ciclismo esportivo, por exemplo, superam obstáculos em igualdade e conquistam cada vez mais espaço. Iniciar um projeto na cidade, marcado por uma pedalada das mulheres, representa todo esse contexto de inovação na política pública em relação ao uso da bicicleta e respeito ao modal de transporte que é um dos mais representativos nos países de primeiro mundo. A vez está com elas!", afirmou Eduardo Almeida.
A pedalada será realizada de forma simples, como ato público, não possui patrocínios e tem apenas pequenos apoios para auxílio em algumas demandas. A participação é livre, sem cobrança de taxas.

________

Texto: Leo Lima
Foto Hamilton Cardoso



quarta-feira, 8 de março de 2017

Volta do Pico da Bandeira: como se preparar para a edição de 2017

Ciclistas reunem-se todos os anos para manter a tradição de pedalar no entorno do terceiro pico mais alto do país. Foto: Eduardo Almeida

O ciclismo já é considerado o segundo maior esporte no Brasil. Na modalidade de Mountain Bike, os ciclistas buscam percorrer terrenos desafiadores, com subidas e descidas íngremes, percorrendo estradas de terra, trilhas e trechos asfaltados. E o perímetro do Pico da Bandeira, ícone das montanhas Brasileiras, oferta terreno perfeito para as bicicletas preparadas para todos os tipos de terreno.
Mantendo a tradição do pedal, sempre no mês de abril, ciclistas se juntam numa pedalada de livre participação, onde cada biker deve observar suas limitações físicas para suportar mais de 160km pedalados num só dia, com poucas paradas. Os ciclistas que moram nas proximidades do Pico Bandeira auxiliam os demais visitantes, preparando uma singela recepção, após juntam-se num só grupo, guiando o comboio pelos caminhos até cumprir a meta.
Para tirar todas as dúvidas daqueles que desejam participar, várias informações foram reunidas nessa matéria. Veja abaixo tudo o que pode facilitar a vida de quem quer participar desse desafio.


Pico da Bandeira ao fundo. Complexo de montanhas geram dobras que produzem uma elevada altimetria ao longo to trajeto, aumentando o desafio para os ciclistas. Foto: Eduardo Almeida

1 - Não é evento. É uma tradição. Veja a história:




A primeira edição da Volta do Pico foi realizada em 1995, sendo parte do projeto Amar-Caparaó, como um passeio que reuniu cerca de 160 ciclistas, em 3 dias. Esse evento teve início e término em Guaçuí, no Espírito Santo.
Nessa primeira edição estava presente o ciclista Ivanir Teixeira, que corria pela equipe KHS e no ano seguinte participou das Olimpíadas de Atlanta.

Volta do Pico em 1995 – Foto: arquivo pessoal de Leonardo Lopes.

Depois desse evento, alguns participantes ficaram saudosos e nenhuma outra edição aconteceu.
Em 2014, alguns ciclistas se juntaram para refazer o trajeto, porém escolheram a cidade de Manhumirim, em Minas Gerais, como base. Para fazer diferente da primeira proposta, inverteram o sentido de rotação do percurso e fizeram um desafio, que seria de percorrer os 155km com mais de 2.150m de altimetria acumulada (pouco mais de 4.000 em aplicativo Strava), em 1 dia apenas. Desafio aceito pelo grupo de amigos, partiram para o teste. Concluído e marcado o trajeto, os amigos de redes sociais ficaram impressionados e com vontade de realizar a mesma proeza.
O que mais chamava a atenção dos amigos eram as belezas naturais e históricas que podiam ser vistas em um único dia.
Em 2015 foram 29 ciclistas que realizaram o desafio da Volta do Pico da Bandeira.
Em 2016 foram 105 ciclistas das seguintes cidades: Alto Caparaó, Alto Jequitibá, Antônio Prado de Minas, Campos, Carangola, Casimiro de Abreu, Espera Feliz, Eugenópolis, Governador Valadares, Ipatinga, Itaperuna, Macaé, Manhuaçu, Manhumirim, Miradouro, Miraí, Muriaé, Natividade, Porciúncula, Rio das Ostras, São Sebastião da Vargem Alegre, Tombos, Ubá, Vieiras. A saída permaneceu às 5h da manhã e os ciclistas chegaram entre 16h até às 19h.

2 - Ponto de partida/chegada:

A cidade base de saída e chegada dessa pedalada é Manhumirim-MG.
Veja como chegar ao local de concentração. Para autoguiar por aplicativos Maps ou Waze, basta clicar em "Rotas".




3 - Rota e altimetria:

Segue abaixo mapa navegável para visualização de todo o roteiro, inclusive as localidades por onde os ciclistas passam.



Powered by Wikiloc


Para fazer o download do arquivo GPX (reduzido para 500 pontos) para autoguiar em dispositivo de GPS, clique AQUI.


A rota descritiva de pontos de referência, segue por:

Km - Cidade
000 - Manhumirim
022 - Recanto Zóios D'ÁGUA
028 - BR 262- Subida Pequiá
047 - Santa Clara
052 - Pedra Roxa
064 - Santa Marta
069 - Limo Verde
076 - Patrimônio da Penha
085 - Mundo Novo
091 - Cachoeira Cumbucá
103 - Pedra Menina
111 - Três Cruzes
118 - Caparaó
126 - Estação Taquaruna
136 - Túnel
140 - Alto Jequitibá
150 - Manhumirim


5 - Onde ficar
Os ciclistas de cidades distantes e outros estados preferem pernoitar na cidade antes da pedalada, também descansar após o desafio, para depois regressar. Há ainda aqueles que levam familiares para curtir pontos turísticos próximos de Manhumirim, enquanto o desafio acontece. Foram selecionadas algumas hospedarias, já validadas por participantes.
Segue a relação.

Pousada Jequitibá - (33) 98853-2488 (Alto Jequitibá)
Pousada do Rui - (32) 3747-2691 (Alto Caparaó)
Pousada Querência - (32) 3747-2566 (Alto Caparaó)
Pousada Serra do Caparaó - (32) 3747-2767 (Alto Caparaó)
Pousada Serra Azul - (32) 3747-2674 (Alto Caparaó)
Pousada Vale do Caparaó - (32) 3757-2527 (Alto Caparaó)
Palace Hotel - (33) 3341-2255 (Manhumirim)
Minas D'Or Hotel - (33) 3341-3070 (Manhumirim)

As cidades de Alto Caparaó e Alto Jequitibá ficam próximas de Manhumirim, distantes 20 km e 8 km, respectivamente.


7 - Informações adicionais

Mais informações podem ser solicitadas pelo email: guerreirosdasmontanhas@gmail,com

8 - Link para confirmação de participação
Aqueles que vão participar podem acessar o link abaixo:
https://form.jotformz.com/61391971684668

sábado, 4 de março de 2017

Bike Race Brasil abre calendário de provas de ranking estadual e nacional na Zona da Mata Mineira

Prova que foi sucesso em 2016 e agora retorna em formato de copa, abragendo 3 cidades. Foto: Divulgação/Pref. Visconde do Rio Branco.

Um calendário com 6 provas que valem pontos para o ranking estadual e nacional foi montado para atender os atletas da região da Zona da Mata que estava carente de provas com essas chancelas. 
Os deslocamentos médios de 100 chegando a 300km de carro, para que pudessem estar presentes em competições que pontuassem para a Confederação Brasileira de Ciclismo (CBC) e para a Federação Mineira de Ciclismo (FMC), deu aos atletas da região uma certa comodidade para participar dos planos de incentivo das instituições, além da possibilidade de integração com atletas de outras regiões e estados que estarão buscando pontos valiosos para a conquista do título estadual e nacional.
As provas fazem parte de uma copa de mountain bike, na modalidade Cross Country Maratona (XCM), com o nome de “Bike Race Brasil MTB Cup”, ofertando premiação em dinheiro aos atletas vencedores. Acontecerão nas cidades de Visconde do Rio Branco em 26 de março, São Geraldo em 25 de junho e também em Ubá no dia 24 de setembro. 
A primeira competição, datada para o dia 26 de março, de acordo com Celso Júnior, um dos organizadores, “vai seguir o mesmo padrão da primeira edição de 2016, mas desta vez o percurso completo terá 63 km com muitas trilhas técnicas, subidas desafiadoras e descidas alucinantes. O percurso reduzido terá 42 km. Ambos os percursos passarão pelos cenários mais bonitos que existem na região, misturando adrenalina com superação. Imperdível para quem curte natureza e o mais puro mountain bike”.
Além de provas de MTB, serão realizadas, também, provas de ciclismo de estrada, como a “Clássica 21 de Abril” em Senador Firmino, o “Tour de Sant’Ana” em Guidoval no dia 23/07, e o "Campeonato Mineiro de Ciclismo de Estrada" em Divinésia no dia 15/10.
A intenção da promotora do evento, a X5 Bikers, é abrir as portas da região para os grandes eventos do ciclismo, com diversidade e incentivo aos participantes.
Os atletas interessados em participar poderão obter mais informações no site HTTP://www.x5bikers.com.br .