terça-feira, 29 de novembro de 2016

Comemoração com estilo e uma boa pedalada

Ciclistas de Muriaé e região se juntaram em pedalada organizada para comemorar aniversário de loja do segmento ciclístico.

 As ruas de Muriaé se encheram de cores em movimento durante a passagem de quase 250 ciclistas que se dirigiam para estradas de terra da região.

Comemorando 3 anos de sucesso, ofertando aos clientes-ciclistas o que há de melhor no ramo das bicicletas esportivas, a Tripp Aventura de Muriaé organizou um "pedalaço" pelas ruas e estradas da cidade, promovendo integração total entre seus clientes, amigos e convidados.
A loja localizada na Av Cel Monteiro de Castro, nº 75,  Barra, conta com um espaço onde são expostos produtos de alta linha das marcas Specialized, Audax, Caloi; equipamentos de proteção, vestuário, peças de reposição e tantos outros itens necessários ou opcionais para os ciclistas da cidade e região.
Aproximadamente 250 ciclistas se juntaram à comemoração, partindo do Restaurante Deck, no centro, saindo às 7h da manhã desse sábado dia 26, percorrendo 50km de estradas, sendo a maioria de terra, com belas paisagens para apreciação dos ciclistas do Mountain Bike. O último participante chegou às 12:30, quando começou o sorteio de 70 brindes da loja.
Junior Monteiro, diretor da Tripp Aventura Muriaé, organizador da pedalada de comemoração ressaltou que "todos os ciclistas participaram com segurança e apoio, e em todos os momentos o que ditou o ritmo foi o espírito de amizade e confraternização" e, também, nos faz um convite: "venham pedalar conosco e mantenham a sua qualidade de vida em primeiro lugar".

Além do primoroso apoio da própria Tripp Aventura, a pedalada também foi apoiada por: Center Fit, Crispeças, Pousada Paraíso, Deck, Off Cel, Supermercado Armação, 360 Desing gráfico, Nutri Vet, Supermercado Pioneiro, Vemasa e L'aqua.


Bikers pedalavam e conversavam durante o trajeto, apreciando as belezas da zona rural.


Familiares e amigos se juntaram à comemoração pós-pedal.

____
Texto: Eduardo Almeida
Fotos: Ozeas Vital Ramos

terça-feira, 22 de novembro de 2016

Gincana com passeio ciclístico foi motivo de alegria das crianças de Belisário



Passeio de bicicleta e brincadeiras agitaram as crianças de Belisário, em ação inovadora, proposta por associação local.

A associação do Grupo de Artesãos de Belisário - GAB - promoveu a primeira gincana, que se extendeu por alguns dias e etapas, promovendo disputa, entretenimento e socialização dos alunos da Escola Estadual Pedro Vicente de Freitas.  
Belisário é distrito de Muriaé, está a 650 m de altitude, aos pés do complexo das serras do Parque Estadual do Brigadeiro, onde o clima, alimentação típica mineira e os atrativos naturais têm sido os elementos de referência para quem busca a tranquilidade dos campos mineiros.
Dentro da programação da gincana, foi inserido no dia 19 de novembro, o passeio ciclístico no qual 50 crianças marcaram presença, além dos professores, convidados e organizadores.

 As crianças formaram uma longa fila na paisagem bucólica do distrito, com a serra do Brigadeiro ao fundo.

A pedalada teve início em frente a escola.  Houve uma pausa no GAB, local onde os alunos tiveram uma breve palestra sobre o uso da bicicleta como veículo urbano e também como equipamento de esporte, depois seguiu por estradas de chão até a Fazenda Beleti.
Eduardo Almeida, diretor da Fecierj - Federação de Ciclismo do Estado do Rio de Janeiro -  palestrante, ressalta que "é muito importante falar às crianças que bicicleta é um veículo e tem que respeitar regras de trânsito, principalmente nas áreas urbanizadas, como são os distritos e aglomerados urbanos, como forma de prepará-las para para o trânsito das grandes cidades". O mesmo finalizou o discurso abordando sobre os benefícios da bicicleta para a saúde de quem a adota como esporte.

Ao chegar na fazenda, as crianças foram recepcionadas com lanche e brincadeiras que contavam pontos para a gincana. Duas equipes foram definidas e nomeadas como Lobo Guará e a outra como Itajuru, disputaram o Jogo da Velha Humano, Corrida com o limão na colher e  também a grande atração que foi a Contra-Corrida. Esta última consiste na disputa de 1 representante de cada equipe, alinhados, com suas bicicletas, onde ganha o último a cruzar a linha de chegada, sem colocar os pés no chão, sendo uma excelente atividade de equilíbrio. Foram disputadas 5 rodadas da Contra-Corrida. A gincana foi finalizada com o Gira-Bike, onde 1 par de cada equipe girava a bike com uma das rodas encostada ao chão, sendo vencedora a equipe que tocasse mais rápido na linha de chegada.

 No Jogo da Velha Humano, 2 estrategistas escolhiam as pessoas que ocupavam as argolas.

 O trajeto de ida e volta até a igreja de Belisário totalizou 6,5km e nem mesmo as subidas mais fortes foram capazes de segurar ou cansar as crianças.
A pedalada contou com a apoio de 3 carros e 1 moto, professores e socorrista.
A organização do evento manifestou o resultado positivo da ação em nota de agradecimento, transmitida pelos representantes de cada equipe da gincana.


____
Texto: Leo Lima
Fotos: Cleber Paradela

segunda-feira, 7 de novembro de 2016

Na terra da bauxita, ciclistas pedalam em circuito com muitas trilhas e clima europeu

São Sebastião da Vargem Alegre recebeu mais de 100 ciclistas em evento que ofertou um trajeto elogiado e uma agradável recepção.





A cidade de São Sebastião da Vargem Alegre está localizada na parte sul do complexo da Serra do Brigadeiro, a 720 m de altitude, sua principal atividade econômica era ligada ao café e leite. Com a chegada da mineração da bauxita, a força de trabalho se adequou à realidade e à necessidade da nova atividade que passou a impulsionar a economia local.
Nesse complexo de alterações de atividades, onde vemos campos com matas preservadas, as fazendas de lavra de minério intercaladas, bem como áreas já restauradas pelas atividades de recuperação pós-mineração, no dia 6 de novembro, domingo, aconteceu pela segunda vez o passeio ciclístico da cidade. O trajeto escolhido pela organização explorou fielmente essas nuances que marcam a história do município, do desbravamento ao cenário atual.
Após o sinal de largada, os mais de 100 ciclistas percorreram as principais ruas da cidade e em apenas 2 km percorridos já adentraram na primeira trilha, subindo por uma mata recomposta e descendo por um cafezal. No decorrer da pedalada, os ciclistas passaram por estradas de chão em direção à localidade de Santo Antônio do Rio Preto, passando por algumas cachoeiras e também por estradinhas dessas de acesso às fazendas onde só trafega um veículo por vez.

Ciclistas adentram em trilhas já no fim de uma rua, em mata ao lado da cidade.

O cenário alterava o contexto de acordo com a localidade, passando por diversos pontos próximos de áreas de lavra de minério, outras vezes entrava em trilhas de eucaliptos ou de mata recomposta. “Estou impressionado com o trajeto, muito bom mesmo! Pra quem curte o mountain bike de verdade ficou perfeito”, comentou o ciclista João Amaral, de Muriaé.
Para agradar ainda mais os ciclistas que participaram do evento, a chuva fina do dia anterior apagou por completo a poeira e ainda deixou o terreno mais firme, aumentando a aderência.
O clima foi outro fator muito lembrado pelos participantes que aproveitaram os 15º de temperatura para iniciar a pedalada e terminaram com pouco mais de 26º. As terras altas com as temperaturas mais brandas são as mais procuradas pelos ciclistas que curtem o mountain bike. Como o próprio nome diz, são os ciclistas de montanhas.

Estradinhas que mais pareciam trilhas mantinham a característica básica do esporte bem destacada.

A trilha sonora da pedalada, meio a terrenos acidentados típicos da região, ficou por conta das seriemas, dos “quero-queros”, das diversas aves e sons de cachoeiras, ritmando os ciclistas até o fim do desafio de 50 km do trajeto Elite.
Na chegada, os ciclistas foram recebidos com sorteio de brindes e um farto almoço para recompor as energias. As crianças brincaram com pula-pula enquanto os visitantes conferiam as novidades do esporte nas 3 lojas que montaram estande no local.
O evento contou com o apoio da Prefeitura, da Polícia Militar, da Secretaria de Saúde, da Helios, Pedallar,  Lacerda Bike Shop, SPJ Móveis Planejados, Emerson Cafés Especiais, de diversos comerciantes locais e regionais. A organização foi do grupo Caça Pedal, composto por ciclistas da cidade.


Ciclistas passaram próximo de áreas de lavra de bauxita.


Ao fundo é possível ver a unidade de mineração enquanto participante desce pelas estradas de terra.

__
Texto e fotos: Eduardo Almeida