quarta-feira, 24 de agosto de 2016

Ciclistas se reuniram em Muriaé para realizar o Desafio dos 200


Pedalando pela madrugada gelada, sol escaldante e noite fria, os ciclistas percorreram diversas localidades para concluir e validar o desafio que está movimentando a região.

Imagina sentar sobre a bicicleta para rodar 200km em uma única atividade, passando por estradas de chão, com o mínimo de paradas. Essa é a proposta do Desafio dos 200 que é uma competição virtual onde um moderador analisa os percursos e os dados gravados por cada participante para validar e aplicar ranking que classificam os atletas em distância percorrida e subidas acumuladas.
Para facilitar a vida dos ciclistas que se dispuseram a enfrentar esse desafio pela primeira vez, Sergio Barata, ciclista de Muriaé, montou um mini evento dentro da disputa, de forma que fosse possível oferecer segurança e suporte aos participantes. “Não é fácil percorrer essa quilometragem toda e muita gente tem medo de enfrentar esse teste. Como são amigos, queremos que cada um consiga concluir e ter esse desafio em seu currículo. Para que tudo ficasse mais tranquilo, organizamos um café da madrugada, que foi servido às 2h, e saímos com carro de apoio às 3h da manhã, com 2 pessoas para nos dar água e comida durante o dia”, disse Barata sobre a organização feita para o desafio.
No percurso que teve ponto de partida em Muriaé, chegando a alcançar o município de Leopoldina, os ciclistas percorreram 220 km passando pelas seguintes localidades: Muriaé, São Fernando, Boa Família, Santana de Cataguases, Laranjal, Aracati, Leopoldina, Abaiba, Recreio, Conceição da Boa Vista, Itapiruçu, Palma, Silveira Carvalho, Barão de Monte Alto, Ivaí, de onde retornaram para Muriaé. O desafio para esses ciclistas foi realizado no dia 20 de agosto.

 Trajeto plano passa por diversas fazendas históricas.

Bike nos Trilhos
De Recreio até Muriaé os ciclistas percorreram o percurso de um projeto chamado “Bike nos Trilhos”, de autoria de Tyerre Coelho, Dyon Junior e Clélio Lima.
É um projeto onde os ciclistas percorrem o antigo leito de trem, já desativado, passando por diversas estações, pontilhões e pontes.
“É um percurso muito bonito, agradável para pedalar, onde o desafio é a distância percorrida, com pouca altimetria acumulada. Em Recreio ainda existe a oficina de vagões, mas de lá para cá já não existem mais os trilhos. Agora são as bikes que estão passando por esses caminhos, seja em pedaladas habituais ou em desafios, continuando a vida do projeto”, relatou Coelho.
Os ciclistas aguardam novo evento dentro do projeto “Bike nos Trilhos”.

Peças da antiga rede ferroviária ainda permanecem conservadas, como esta caixa d`água para as locomotivas.

Estações antigas são o charme do "Bike nos Trilhos".


Vencendo limites
Muitos imaginam que somente com bicicletas de última geração que é possível realizar um desafio desse tamanho. Porém Amélia Demarque, professora e moradora de São Sebastião da Vargem Alegre, ciclista há 1 ano, mostra que é possível chegar a qualquer lugar mesmo com uma mountain bike mais simples. Considerada uma bike acima do peso ideal para uma atividade como o Desafio dos 200, com uma relação de 24 marchas com pouco escalonamento, ela concluiu que representou um marco para si mesma desde que começou a pedalar, onde pode testar e superar seus limites físicos. Não teve como se preparar adequadamente porque estava cuidando da sua filha que tinha se hospitalizado na semana. “Mais importante que equipamento é a motivação. O trabalho em grupo nos leva além do ponto que podemos ir sozinhos. Cada um possui uma experiência que pode contribuir com o outro, principalmente no apoio psicológico”, destacou Amélia e completou: “concluir foi uma vitória gratificante”.


Amélia Demarque passando sobre pontilhão durante o desafio.

Realização
O Desafio dos 200 é uma realização do grupo Guerreiros das Montanhas, onde o moderador Guenael Dornelas avalia todas as atividades que são enviadas pelos inscritos. O desafio termina nesse mês e os resultados serão divulgados em setembro.

Ciclistas reunidos para foto em um dos pontilhões do trajeto.

Mapa do percurso de 200km, idealizado por Sergio Barata para o Desafio dos 200.


Texto e fotos: Eduardo Almeida

Nenhum comentário:

Postar um comentário