quarta-feira, 31 de agosto de 2016

Eugenópolis recebeu mais de 300 ciclistas com atendimento diferenciado nas zonas de apoio

Ciclistas encheram a cidade com cores movimento durante a largada.

O grupo Bravus Bike promoveu seu primeiro encontro de Mountain Bike na cidade de Eugenópolis,no dia 28 de agosto, onde mais de 300 ciclistas se aventuraram em 2 circuitos diferentes, sendo um de 40km com mais dificuldade técnica e outro de 30km mais fácil, passando por estradas e trilhas da cidade.
O padrão de qualidade foi visto nos detalhes com a comunicação visual feita, remetendo aos bravos guerreiros da idade média, simbolizando os desafios que os guerreiros do mountain bike passam pelos caminhos e trilhas onde se aventuram.
Com apoio médico e carros de apoio, os ciclistas passaram por uma cachoeira, onde em uma delas tiveram uma grande surpresa: um churrasco à beira d’água. Esse foi o grande diferencial desse evento, onde a opinião unânime dos participantes foi de aprovação da ideia. Para aqueles que têm gosto por uma hidratação diferenciada, nesse mesmo ponto de apoio foi servido um copo de cerveja para aqueles que quiseram. A cerveja já teve comprovação científica da qualidade da reposição calórica e demais nutrientes necessários em atividades físicas, quando consumida em pequena quantidade.

Casa de bambu no estilo medieval era o ponto de apoio onde tinha churrasco e cerveja, ao lado da cachoeira.

A organização do evento registrou que o entusiasmo dos participantes que acreditaram no projeto e compareceram no primeiro evento foi notória. Quando os atletas chegaram novamente na arena, após curtirem as estradas e trilhas, foram recepcionados com almoço farto e música ao vivo. No local também estava montada uma área para crianças que se divertiram enquanto os pais se aventuravam.
O primeiro Bravus Bike contou com patrocínio máster da Agua Mineral L’Aqua e Lacerda Bike Shop, apoiadores locais, também da Prefeitura de Eugenópolis, Policia Militar e Policia Rodoviária Estadual.


As estradas de terra batida foram ocupadas pelos ciclistas que formaram uma extensa fila.

Fotos: Divulgação
Texto: Eduardo Almeida

quarta-feira, 24 de agosto de 2016

Ciclistas se reuniram em Muriaé para realizar o Desafio dos 200


Pedalando pela madrugada gelada, sol escaldante e noite fria, os ciclistas percorreram diversas localidades para concluir e validar o desafio que está movimentando a região.

Imagina sentar sobre a bicicleta para rodar 200km em uma única atividade, passando por estradas de chão, com o mínimo de paradas. Essa é a proposta do Desafio dos 200 que é uma competição virtual onde um moderador analisa os percursos e os dados gravados por cada participante para validar e aplicar ranking que classificam os atletas em distância percorrida e subidas acumuladas.
Para facilitar a vida dos ciclistas que se dispuseram a enfrentar esse desafio pela primeira vez, Sergio Barata, ciclista de Muriaé, montou um mini evento dentro da disputa, de forma que fosse possível oferecer segurança e suporte aos participantes. “Não é fácil percorrer essa quilometragem toda e muita gente tem medo de enfrentar esse teste. Como são amigos, queremos que cada um consiga concluir e ter esse desafio em seu currículo. Para que tudo ficasse mais tranquilo, organizamos um café da madrugada, que foi servido às 2h, e saímos com carro de apoio às 3h da manhã, com 2 pessoas para nos dar água e comida durante o dia”, disse Barata sobre a organização feita para o desafio.
No percurso que teve ponto de partida em Muriaé, chegando a alcançar o município de Leopoldina, os ciclistas percorreram 220 km passando pelas seguintes localidades: Muriaé, São Fernando, Boa Família, Santana de Cataguases, Laranjal, Aracati, Leopoldina, Abaiba, Recreio, Conceição da Boa Vista, Itapiruçu, Palma, Silveira Carvalho, Barão de Monte Alto, Ivaí, de onde retornaram para Muriaé. O desafio para esses ciclistas foi realizado no dia 20 de agosto.

 Trajeto plano passa por diversas fazendas históricas.

Bike nos Trilhos
De Recreio até Muriaé os ciclistas percorreram o percurso de um projeto chamado “Bike nos Trilhos”, de autoria de Tyerre Coelho, Dyon Junior e Clélio Lima.
É um projeto onde os ciclistas percorrem o antigo leito de trem, já desativado, passando por diversas estações, pontilhões e pontes.
“É um percurso muito bonito, agradável para pedalar, onde o desafio é a distância percorrida, com pouca altimetria acumulada. Em Recreio ainda existe a oficina de vagões, mas de lá para cá já não existem mais os trilhos. Agora são as bikes que estão passando por esses caminhos, seja em pedaladas habituais ou em desafios, continuando a vida do projeto”, relatou Coelho.
Os ciclistas aguardam novo evento dentro do projeto “Bike nos Trilhos”.

Peças da antiga rede ferroviária ainda permanecem conservadas, como esta caixa d`água para as locomotivas.

Estações antigas são o charme do "Bike nos Trilhos".


Vencendo limites
Muitos imaginam que somente com bicicletas de última geração que é possível realizar um desafio desse tamanho. Porém Amélia Demarque, professora e moradora de São Sebastião da Vargem Alegre, ciclista há 1 ano, mostra que é possível chegar a qualquer lugar mesmo com uma mountain bike mais simples. Considerada uma bike acima do peso ideal para uma atividade como o Desafio dos 200, com uma relação de 24 marchas com pouco escalonamento, ela concluiu que representou um marco para si mesma desde que começou a pedalar, onde pode testar e superar seus limites físicos. Não teve como se preparar adequadamente porque estava cuidando da sua filha que tinha se hospitalizado na semana. “Mais importante que equipamento é a motivação. O trabalho em grupo nos leva além do ponto que podemos ir sozinhos. Cada um possui uma experiência que pode contribuir com o outro, principalmente no apoio psicológico”, destacou Amélia e completou: “concluir foi uma vitória gratificante”.


Amélia Demarque passando sobre pontilhão durante o desafio.

Realização
O Desafio dos 200 é uma realização do grupo Guerreiros das Montanhas, onde o moderador Guenael Dornelas avalia todas as atividades que são enviadas pelos inscritos. O desafio termina nesse mês e os resultados serão divulgados em setembro.

Ciclistas reunidos para foto em um dos pontilhões do trajeto.

Mapa do percurso de 200km, idealizado por Sergio Barata para o Desafio dos 200.


Texto e fotos: Eduardo Almeida

segunda-feira, 8 de agosto de 2016

Guiricema faz festa no melhor estilo do Mountain Bike

O sol forte apimentou ainda mais o trajeto que agradou os participantes da segunda edição do evento que mostrou simplicidade e conceito de cicloturismo na medida certa.


As montanhas de Guiricema desafiaram os participantes do Bike Ride, tanto para subir, quanto para descer.

Guiricema é uma cidade da Zona da Mata Mineira com pouco mais de 9 mil habitantes, com vocação comercial voltada à pecuária e agricultura familiar, cercada de montanhas perfeitas para a prática de esportes a céu aberto. Nessas condições de serras, o Mountain Bike (MTB) se encaixa perfeitamente, mostrando que qualquer condição é a ideal para a diversão em duas rodas.
Pela segunda vez, o grupo Pedal Guiricema organiza um evento para o encontro de ciclistas do MTB, produzindo um ambiente familiar no clube Indaiá, regado a café da manhã, almoço, sorteio de brindes e banda ao vivo. Os ciclistas receberam um atendimento diferenciado, contando com todo o suporte para que a única preocupação fosse a diversão.
Uma área de lojistas ajudou a salvar aqueles ciclistas que precisavam de fazer uma compra de emergência. Um espaço exclusivo para as crianças garantiu o sossego dos pais pedalantes. Contando com a estrutura do clube para deixar a criançada brincando, a aventura dos pais se desenrolava pelas lindas trilhas da região.
No momento da confirmação das inscrições, os ciclistas doaram alimentos, que serão destinados ao CRAS, seguindo critérios do grupo, para a distribuição. Da mesma maneira, o lucro do evento será destinado ao apoio de famílias conectadas ao projeto da instituição.
Os participantes foram contemplados com um kit que continha produtos esportivos, como camisa, placa de bike, garrafinha e eletrolítico, mas ganharam, também, uma recordação local como um pequeno pacote de preparado para tapioca.
O evento atraiu ciclistas da região e até mesmo de outro estado, como Rio de Janeiro, de cidades como Rio das Ostras e Macaé. Luís Otávio, ciclista de Macaé, foi contemplado com o troféu de “Maior Distância Percorrida para participar do Evento” e comenta: “fiz questão de viajar 300 km para participar do evento, pois os organizadores, que são pessoas maravilhosas, me cativaram desde o convite. Foi, também, uma oportunidade de estudar a eficácia do lubrificante de transmissão de bikes que fabricaremos aqui em Minas. A estrutura ficou à altura de eventos profissionais, com muitos pontos de apoio, envolvimento da Polícia Militar, ambulâncias que se posicionaram até mesmo em partes de trilhas. O almoço foi maravilhoso e o clube comportou todos os ciclistas com o devido conforto. Foi um dos trajetos de 50 km mais completos que realizei em eventos, dignos de Elite, com subidas de aclividades medianas, e uma única longa. Excelente para um bom treino de domingo. Muito criteriosa a escolha”.

Luis Otávio de Macaé, exibindo seu troféu por ser o ciclista que de mais longe se deslocou para participar do evento.

Trajeto
Foram selecionados percursos de 33 km e de 55 km para nível intermediário e elite, respectivamente.
No percurso menor, os participantes iniciantes, ou até mesmo aqueles que queriam executar o traçado em um tempo menor, encontraram um caminho quase totalmente plano, andando por estradas na baixada da região. De qualquer maneira, não faltou uma pitada de aventura quando o trajeto adentrou em alguns single tracks, que são as conhecidas trilhas de boi.
 Já o percurso elite reservou um desafio de uma subida de 200 m de desnível em apenas 1,7km de trecho, formando uma verdadeira parede que os ciclistas tiveram que enfrentar sob um sol forte. Um apoio com água e frutas posicionado numa área de sombra, no fim da subida,  transformou-se num oásis para os ciclistas.
No percurso maior foram inseridas algumas trilhas passando por descidas técnicas que deram uma adrenalina a mais nos participantes.

Descidas técnicas adrenalizaram os participantes do percurso elite.

A formatação do trajeto permitiu que os ciclistas conhecessem pontos importantes do município, como vistas belíssimas das cadeias de montanha do alto da serra, igrejas históricas como a da própria cidade, da Santa Montanha que era vista mais ao longe, Vilas Boas e de Dom Silvério, tendo pontos de apoio em frente as duas últimas, onde todos se refrescavam com água gelada e alguns fotografavam as igrejas.

Igreja histórica de Vilas Boas, distrito de Guiricema.

“Nossa proposta desde o início era ofertar um circuito onde fosse possível unir aventura e cultura, mostrando um pouco das trilhas que sempre executamos, além dos pontos turísticos da nossa cidade, uma vez que a grande maioria de participantes são pessoas que são de outros municípios”, comentou Wagner Toledo, um dos integrantes do grupo organizador.

Final da subida da serra revelou a cadeia de montanhas aos ciclistas, numa bela paisagem de fundo

Sustentabilidade
Um dos integrantes do grupo Pedal Guiricema, responsável pelo evento, aproveitou o encontro para expor uma novidade: uma Mountain Bike elétrica que é recarregada com o uso de energia solar.
O sistema de painel e controladores é montado numa carretinha que também pode ser conectada à bike e levada pra outro local, conforme a necessidade do ciclista.
A proposta é ter uma e-MTB que incentive pessoas com redução de mobilidade corporal a praticar o ciclismo, motivando e promovendo a integração pelo esporte.  A bike, com o sistema de pedalada assistida por motor elétrico frontal, tem o mesmo comportamento das demais MTB’s.

Energia limpa e gratuita para recarregar uma e-MTB.

Carlos Cavalari, inventor da bike experimental e morador de Guiricema quer chamar a atenção para a sustentabilidade com a geração própria de energia, de forma limpa sem gerar resíduos, sabendo que hoje necessita-se de energia elétrica para se viver e conviver, seja na comunicação, iluminação entre outras demandas. O mesmo ressalta que é importante produzir energia limpa sem poluir o meio ambiente. “A tecnologia fotovoltaica está aí e a fonte de energia é gratuita” conclui o entrevistado.
O ciclismo já tem um forte apelo à conscientização ambiental e esse projeto mostrou a grande capacidade de sustentabilidade e inclusão, sendo realizado em um pequeno município, quebrando tabus de que altas tecnologias são incubadas apenas nos grandes centros urbanos.

Carlos mostra o controlador e enfatiza que a energia pode ter outros usos, como recarregar celular, baterias e até mesmo iluminação, de forma barata.

Produção
O evento Guiricema Bike Ride tem organização através do grupo Pedal Guiricema, contando sempre com patrocinadores e apoiadores locais. Destaque para o apoio da prefeitura, da Polícia Militar que realizou um trabalho de fechamento de vias e do SAMU que montou um posto de atendimento emergencial para suprir qualquer demanda dos visitantes e participantes.
De acordo com a organização, haverá novidades para a edição de 2017 e o contato com o grupo poderá ser feito através do site: http://grupopedalguiricema.com.br/

Área para crianças alegrou os pequenos visitantes do evento. 
__________________________

Texto e fotos: Eduardo Almeida

quarta-feira, 3 de agosto de 2016

Muriaé Bike Fest reuniu mais de 600 ciclistas do Mountain Bike da região

Evento foi um encontro de ciclistas que pedalaram por estradas e trilhas de Muriaé e tiveram uma arena acolhedora e funcional no Parque de Exposições.

Cenários belíssimos em trilhas e estradas de terra foram o ponto alto do evento.

Seguindo a tradição da região de promover encontros de ciclistas, formatando um grande calendário de eventos, a cidade de Muriaé, através de organizadores locais, recebeu ciclistas de diversas cidades da região, que se aventuraram pelas estradas rurais do município.
Uma arena com área para as crianças, música ao vivo, área de lojistas, truck de chopp, serviço de buffet e um farto café da manhã, exclusivo para inscritos e acompanhantes, tornou o evento mais íntimo dos ciclistas, deixando mais à vontade os pais, namorados e maridos pedalantes, enquanto as crianças e aqueles que não pedalaram se mantinham ocupados com outras atividades.
Foram cerca de 600 ciclistas computados e aproximadamente 400 acompanhantes que marcaram presença na primeira edição do evento.

Estradas com boa rolagem possuíam subidas intercaladas, dando uma boa cadência aos grupos de ciclistas.

Após a largada, o trajeto seguiu margeando o Rio Glória, adentrando por algumas fazendas, por estradas de chão e até mesmo por algumas trilhas de boi, conhecidas pelos ciclistas como “single tracks”. Em alguns trechos, os ciclistas subiram morros onde podiam contemplar o famoso “mar de Minas”, que são as cadeias de montanhas que se formam na altitude. O percurso contou com trechos de descida técnica, onde puderam experimentar uma dose extra de adrenalina.

Trechos técnicos garantiram adrenalina na dose certa para os ciclistas.

De acordo com Samuel Gouveia, ciclista que veio de Juiz de Fora para prestigiar o evento, “achei a estrutura bem dimensionada para o número de pessoas que compareceu, havia água à vontade na arena e um café da manhã na medida. A área estava bem distribuída, com lojistas pra ajudar numa compra emergencial, por exemplo. Ter o evento organizado e o trajeto definido por um ‘mountain-biker’ fez a diferença no objetivo de agradar com um percurso que consegue ser fácil e desafiador ao mesmo tempo, bonito e técnico”.
O evento Muriaé Bike Fest marcou uma nova etapa do Mountain Bike da cidade, contando com o apoio e patrocínio da iniciativa privada local. Os patrocinadores principais foram Cristiane Turetta Moda Esportiva, Grupo Lider, Lacerda Bike Shop e Lacqua. A organização anunciou que em 2017 estará com novidades para a segunda edição do evento. Mais informações no site HTTP://www.muriaebikefest.com.br

Espaço para as crianças e serviço de buffet atenderam à demanda e a expectativa,

Banda ao vivo de excelente qualidade segurou os participantes por horas após o encerramento da pedalada,

__________________________
Mais fotos no álbum do Facebook. Para acessar, CLIQUE AQUI.
Texto e fotos: Eduardo Almeida